Como planejar uma viagem para Tailândia

A Tailândia de uns tempos para cá caiu no gosto dos brasileiros e se tornou um destino super procurado pela galera brazuca, que cada vez mais tem escolhido a Tailândia e o sudeste asiático como destino para as férias. Comigo não era diferente e depois que alguns amigos foram e me relataram que o país é maravilhoso, minha vontade de conhecer a Tailândia só aumentou. Para mim era um daqueles destinos que eu queria muito visitar mas que parecia bem distante da minha realidade, sabe? E aqui eu conto como planejar uma viagem para Tailândia!

Como planejar uma viagem para Tailândia

Monkey Beach em Phi Phi Island na Tailândia

Eis que em 2019 esse sonho se tornou real!! Um casal de amigos decidiu viajar pra lá e meu marido se empolgou e quis ir também, afinal seria uma ótima oportunidade de conhecer um lugar incrível como uma companhia bacana, porque não é todo dia que alguém viaja para Tailândia, não é mesmo? Esse é o primeiro post da série sobre a Tailândia que eu vou contar pra vocês todas as dicas para quem está planejando viajar para lá.

Planejamento da viagem para Tailândia

Viajar pra Tailândia requer muito planejamento! Arrisco dizer que de todos os lugares que já viajei, esse sem dúvidas, foi o destino que mais exigiu que eu pesquisasse bastante sobre o local. E nada melhor para nos ajudar a planejar do que os blogs ;). Então leia bastante, pesquise o que você quer conhecer na Tailândia e monte seu roteiro. Vou listar abaixo 5 pontos essenciais que você precisa ficar atento na hora de como planejar uma viagem para Tailândia:

  1. Confira a documentação.

    Como planejar uma viagem para Tailândia

    Passaporte na mão e documentação checada

    A primeira coisa para se providenciar em qualquer viagem é a documentação. Então verifique se seu passaporte está em dia, com validade mínima de 6 meses. Nós brasileiros não precisamos de visto para entrar no país. A única exigência deles é o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela que agora você consegue retirar no site da anvisa. Na Europa eles também exigem, mas você pode ser cobrado ou não. Na Tailândia é exigência mesmo. A Emirates checou nosso certificado antes mesmo da gente embarcar!

  2. Defina quantos dias pretende ficar.

    Esse é realmente o ponto inicial do planejamento da viagem, pois são inúmeras as possibilidades de locais para conhecer e atividades para realizar na Tailândia e são muitos deslocamentos que você provavelmente fará dentro do próprio país. Nós recomendamos 15 dias para conseguir conhecer o básico, aquele roteirão que todo mundo faz. Se você pretende fazer um mochilão pelo sudeste asiático, incluir Singapura ou qualquer outro local, aí já são outros quinhetos.

  3. Compre as passagens aéreas.

    Indicamos comprarem as passagens depois que tiverem ideia do que querem visitar, o que pretendem conhecer e tal. Algumas companhias aéreas, como a Emirates,  oferecem conexões longas em Dubai, alguns voos até de um dia para o outro. Então se você estiver disposto, já dá pra fazer um 2×1 e conhecer outro local também.

  4. Defina quais cidades conhecer e divida quantos dias ficar em cada local.

    Isso é super importante para organizar o seu deslocamento na Tailândia. Algumas cidades ficam a 700 km de distância de Bangkok (nosso primeiro destino), então o ideal é ir de avião para otimizar seu tempo. Definir seu roteiro vai te ajudar a conseguir bons preços nos voos internos.

  5. Defina seu orçamento.

    Para alguns esse é o primeiro ponto antes de qualquer planejamento. Porém, a Tailândia é um destino que te proporciona diversos estilos de viagem diferentes, depende do seu perfil de viajante. Tem hospedagens super baratas a partir de R$30,00 mas também tem outras mais caras tipo, R$ 4.000, 00!

Bônus: Prefira mochilão para viajar do que mala de rodinhas. Alguns lugares as ruas são de areia e você chega de barco pela praia. Então colocar sua mochila nas costas e sair andando por aí é a melhor forma de viajar pra Tailândia! Se joga no mochilão e aproveita!

Como planejar uma viagem para Tailândia

Mochilão é a melhor opção na viagem para Tailândia

Comunicação

Hoje um dia com a tecnologia e essa maravilhosidade que são os celulares, a comunicação em um país estrangeiro deixou de ser um problema. É só colocar no google tradutor e se jogar. Mas falando sério, a maioria dos tailandeses falam inglês, se não falarem ao menos vão te entender e tentar de ajudar de alguma forma. O inglês deles tem muito sotaque e as vezes é difícil de entender, mas é só se esforçar um pouquinho que a comunicação dará certo. E quando eu digo que todos falam, eu me refiro ao tiozinho da barraquinha de comida no interior da Tailândia, até nos lugares mais clichês como aeroportos e restaurantes. Qualquer tailandês vai saber te dizer o preço em inglês e entender o que você está perguntando ou pedindo. Eu achei isso muito sensacional, porque você percebe que todas as pessoas de alguma forma estão se esforçando para contribuir para o turismo local.

Quando viajar para Tailândia?

Quem está planejando ir pra Tailândia já deve ter ouvido falar das monções. Se você não sabe o que é, calma que eu te digo. O regime de monções é o período em que ocorrem chuvas torrenciais lá na região. O que acontece é que existem dois períodos de monções diferentes, porque a Tailândia possui duas costas, ou seja, dois mares diferentes. Mas vamos lá…

A costa oeste que é onde fica os lugares mais conhecidos pelos brasileiros – Phi Phi, Phuket e Railay – e o regime de monções vai de abril a outubro. E tem também a costa leste – Ko Tao e Ko Samui – em que o período de monções vai de setembro a dezembro.

Como planejar uma viagem para Tailândia

Railay Beach fica na costa oeste da Tailândia

O ideal é fugir desse período porque você não consegue prever como estará o tempo e por isso pode ficar vários dias sem poder aproveitar a praia. Uns amigos que foram nesse período pegaram chuva (nada demais) e também disseram que nos dias nublados o mar não fica tão claro como costuma ser. Agora, se você só pode viajar nesse período, mete as caras e vai. O que não pode é a gente deixar de viajar com medo do que pode acontecer, se for assim a gente não sai de casa nem pra trabalhar, não é mesmo?

Nathana Reis

tem 27anos, é mineira radicada no Espírito Santo que vive com a mala na mão. Quer sair por aí e ver o mundo como ele é. Adora idiomas, cultura e gastronomia. É tipo uma mochileira com mala de rodinha. Seja pelo ar, terra ou mar, ela quer é viajar!

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Giovana Grancho Duarte disse:

    Adorei a matéria! Taí mais um destino dos sonhos ❤️

  2. As fotos desse lugar chamam a gente. Dá vontade ir logo!.

  3. Ivana disse:

    Es rive um poco de Serbia 😁

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *