O que fazer em Boipeba – a ilha mais linda do Brasil!

Bahia é um estado maravilhoso, cheio de destinos incríveis o ano inteiro. Mas tem um lugarzinho especial que tem caído na graça do público, que é a Ilha de Boipeba,  considerado pelos viajantes no TripAdvisor em 2013 como a segunda melhor ilha da América do Sul.  A ilha está situada a 120 Km da capital baiana, Salvador e neste post conto tudo para o que fazer em Boipeba!

O destino está virando queridinha entre os viajantes, a ilha atrai, principalmente pessoas que queiram mais contato com a natureza e tranquilidade. Apesar da simplicidade e calmaria, tem muita coisa para o que fazer em Boipeba, viu?

Neste roteiro de Boipeba, te conto todas as dicas que irão te ajudar na viagem.

O que fazer em Boipeba

O que fazer em Boipeba. Foto: Márcio Filho via Mtur

O que fazer em Boipeba – Roteiro

Como falei acima, é um destino para relaxar e com muito contato na natureza. Há praias lindíssimas na ilha.

Só que, recomendo ao menos uns 4 dias pela ilha de Boipeba, para conhecer tudo com calma. Existem passeios de lanchas também, que é opção ideal para uma tour (vou comentar sobre mais abaixo).

Se você estiver planejando viagem para Bahia, inclua uns dias em Itacaré também. Saiba tudo sobre o Itacaré.

 

O que fazer em Boipeba – Dia 1

Dependendo do seu horário de chegada e de onde ficar hospedado, dá para aproveitar a Boipeba Velha, com seus restaurantes e curtir praias.

A praia da Boca da Barra é a mais perto do centrinho/vila. O pôr-do-sol ali é lindo. Peninha que o tempo não estava colaborando muito nos dias que estive por lá.

Logo em seguida, existem as praias Tassimirim e Cueira, uma do lado da outra. Na baixa temporada, as praias costumam ficar com pouca movimentação de pessoas, o que deixa o cenário ainda mais bonito.

o que fazer em Boipeba

o que fazer em Boipeba – Praia da barra da Boca

O que fazer em Boipeba – Dia 2

O passeio de volta à ilha era que estava cheio de expectativas para fazer, pois dá para conhecer todo litoral em apenas um dia. Só que, por conta da instabilidade do tempo, não foi possível realizar. Ficou gostinho para retornar para Boipeba o quanto antes.

O passeio passa pelas piscinas naturais de Moreré, e a depender das condições do mar e da altura da maré, é possível visitar mais de uma piscina natural, a exemplo das piscinas da Praia de Bainema, também recomendadas para banho e mergulho. Depois segue-se para a Praia de Ponta dos Castelhanos, onde o Rio Catu encontra o mar e cria uma das paisagens mais belas da Ilha de Boipeba.

O meu passeio seria com a Agência Boipeba Turismo, eles possuem muitos serviços que ajudam demais. Me auxiliaram com várias coisas antes da viagem.

 

O que fazer em Boipeba – Dia 3

Tire parte do dia para curtir Moreré e Bainema.  Para quem está em Boipeba Velha, há opções de trator ou quadriciclo (R$15 e R$20, respectivamente. Julho 2021).  Dá para chegar caminhando pela praia, com a maré baixa, o que dá um total de uns 40 minutos de caminhada. E tem caminho de estrada de chão por dentro da cidade, por onde os quadriciclos passam. Não deixe de incluir Moreré no seu roteiro sobre o que fazer em Boipeba.

Caso você vá no final do dia, estenda até o restaurante O Terraço  da Pousada A Mangueira para jantar. Eles possuem uma proposta mais intimista. Por conta disso, dão preferência para hóspedes, recebem público geral também, mediante agendamento via whatsapp. Ah! Possuem uma boa carta de vinhos e bebidas.

o que fazer em boipeba -

Foto: Agência Marujo – piscinas naturais de Moreré

 

O que fazer em Boipeba – Dia 4

Caso tenha tempo, existe um  outro passeio bem legal que é  Passeio de volta à ilha de Tinharé.  É uma volta pela ilha de Tinharé, vizinha à Boipeba para conhecer o balneário de Morro de São Paulo. o passeio dura o dia inteiro.

 

Onde se hospedar em Boipeba 

pousada a mangueira - boipeba

Entrada da Pousada A Mangueira – Moreré, Boipeba

Fiquei na pousada A mangueira, localizada em Moreré. O empreendimento está localizado quase pé na areia, cerca de 30 metros da praia.

A pousada tem uma proposta mais intimista, que adorei. Os bangalôs são enormes, com 30 m2.O lugar é repleto de jardim com plantas e árvores nativas, dando um ar ainda mais gostoso, mantendo a rusticidade misturada com charme e luxo.

 

Todos os bangalôs possuem uma varadinha com rede e mesa. Inclusive, o café da manhã é servido ali com horário agendado pelo hóspede. É uma experiência bem personalizada, que faz toda diferença, sem perder o clima da vila. O café da manhã é bem completo, com café, chá, leite, suco, bolos, frios, frutas, ovos mexidos, tapioca etc.

Vale dizer que o restaurante  O Terraço faz parte da pousada, o menu dos pratos é cíclico, com mudança diárias. Ainda possuem uma carta de drinks & vinhos.  E tem aquele  atendimento  impecável do Erwin e equipe.

o que fazer em Boipeba

Como chegar em Boipeba – Saindo de Salvador

Chegar no paraíso não é tarefa fácil, viu? Existem várias maneiras de chegar em Boipeba.

Táxi Aéreo – Há algumas empresas no Aeroporto de Salvador que operam até Boipeba. A viagem dura cerca 30 minutos. O valor médio de um trecho é de R$850. Obviamente essa é a opção que só algumas pessoas vão.

Semi-terrestre – Conta com algumas baldeações. O modo mais rápido é pegar o ferry Boat de Salvador até Dom Despacho, na Ilha de Itaparica (R$6).  A travessia dura cerca de 1h – o ferry boat pode dar enjoo. É bem chatinho e interminável a travessia. Existe uma rodoviária no próprio terminal de desembargue. De lá. saem ônibus para Valença, pela  Viação do Sol  (R$36). A viagem dura cerca de 2h30. Há opção de ir de táxi também. A corrida fica em R$200.Para quem está em viagem em dupla, pode ser uma boa, já que otimiza o tempo. O tempo do percurso tem aproximadamente 1h30.

No cais de Valença, é necessário pegar uma lancha até Boipeba, com duração de 50 minutos (R$50). Caso você fique hospedado em Moreré, em Velha Boipeba,  é preciso pegar um quadriciclo até o destino final (R$20). A viagem toda tem duração de aproximadamente 5 horas. Para visitar o paraíso, paga-se um alto preço para chegar :P.

como chegar em boipeba

Lancha de Valença até Boipeba – como chegar em boipeba

**Há quem opte por ir de carro de Salvador até Valença. A viagem dura cerca de 3h30 a 4h. Inclusive, fizemos a ida assim. Em Valença há estacionamento onde o carro pode pernoitar. Preço médio de R$15 o dia.

 

Quando ir em Boipeba 

Boipeba é um destino lindo o ano todo! Na alta estação, que é o verão,  entre dezembro e janeiro os dias são sempre quentes e lindos. Chuvas podem aparecer, mas em menor quantidade e sempre passageira. A alta temporada costuma ir até semana seguinte do Carnaval – ou até meado de março. Lembrando que essa época do ano, a ilha costuma ficar mais cheia, por isso é importante reservar hospedagem com antecedência.

Os meses com maior volume de chuvas são de abril até julho. Inclusive, fui numa semana de julho e os dias ficaram bem instáveis.  No inverno, as temperaturas costumam estar na casa dos 21 a 25º₢. Viajar nessa época do ano costuma encontrar a ilha mais vazia e com hospedagens mais baratas. Já em Julho e Agosto, costumam ser férias escolares, então, acaba que tem uma frequência maior.

Setembro, Outubro e Novembro os dias costumam ser lindos e com valores de baixa temporada.

Deivson Santana

Capixaba de 28 anos, ama o Espírito Santo, mas adora desbravar lugares novos. É o tipo de viajante de gosta de conforto! Me acompanha no instagram: @capixabanaestrada.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *